Exame PRA 

Atrofia Progressiva da Retina (PRA), que causa uma cegueira autossômica recessiva em gatos  Bengal. A doença provoca a destruição das células que registram luz (fotorreceptores) na parte de trás do olho (a retina). A perda das células começa em torno da 7º semana de idade e progredi lentamente até o gato ter uma visão muito comprometida ao completar aproximadamente 2 anos .

Isso não é contagioso, e sim  genético, o problema é tão desconhecido até mesmo entre os veterinários no Brasil e em muitas partes do Mundo. 

Prevenção 

A única forma de Prevenção é testar o DNA do gato antes dele ser escolhido como reprodutor. esse teste tem sido feito por criadores sérios do mundo todo em um laboratório em DAVIS no Estado da Califórnia.

como o Gene em questão é formado recebendo  uma parte de pai e outra da mãe, podendo ser saudável ou não ele é classificado com Duas letras. N para copia negativa e K para copia positiva 

Um gato Normal é: PRA: N/N  esse é um gato saudável  ele não porta e não transmite. 

Um gato Normal* :PRA: N/K se trata de um gato normal que nunca vai ficar cego, mas ele transmite o gene cruzar um gato N/K só é seguro com um gato N/N

Um gato afetado é: PRA: K/K (perderá parcialmente ou completamente a visão) 

Carrega duas  copias do gene que causa a perda da

visão uma vez que esse individuo possui as duas metades comprometidas a cruza de um gato assim só é segura com outro individuo testado N/N.

Resumindo, se você busca um animal de estimação um exame N/N do pai ou da mãe te garantirá que o filhote não ficará cego devido a essa mutação genética.